• Rafael Sanson

A Educação Brasileira está prestes a mudar definitivamente



Reestruturação conforme a BNCC e o Itinerário formativo do empreendedorismo na prática. Começou a trazer novos olhares para a competência e a Educação Empreendedora.


2020 Foi o ano que escolas de todo o Brasil teve para definir a arquitetura de seus novos currículos escolares, ou seja, definir a maneira como a formação geral e os itinerários formativos serão distribuídos ao longo dos três anos de ensino médio, se adequando à Base Nacional Comum Curricular. Além disso, é o ano que as instituições de ensino definirão, também, o conteúdo das cinco áreas de conhecimento previstas no documento.

A ideia é que o ano de 2021 seja dedicado, em seguida, à estruturação dos itinerários formativos e, a partir de 2022, os novos currículos sejam implementados em todo o sistema de ensino no país.

Muitos gestores ainda têm dúvidas de como estruturá-los e, principalmente, como trabalhar o eixo estruturante do Empreendedorismo no currículo do ensino médio. O itinerário deve ter a forma de um projeto? Pode ser trabalhado em oficinas? Como fazer a conexão dos conteúdos da formação geral com o tema do empreendedorismo? Continue a leitura e descubra.

A escola pode optar por oferecer itinerários formativos em quaisquer um dos quatro eixos estruturas - ou em todos, caso quiser.


COMPETÊNCIAS VÊM ANTES DO CONTEÚDO

Uma das maiores mudanças positivas trazidas com a BNCC, como vimos, é o rompimento com o paradigma conteudista da educação e o novo foco no desenvolvimento de competências. Por isso, o trabalho de desenho da arquitetura curricular e definição das áreas de conhecimento é anterior à definição dos itinerários formativos, uma vez que eles serão o desdobramento e a indicação de como aprofundar exatamente nas competências desenvolvidas nas cinco áreas da formação geral básica.


Um dos desafios para a criação de itinerários realmente relevantes para os estudantes, é, assim, a mudança de mentalidade de gestores educacionais e professores.

“As pessoas ainda estão presas a programas e não pensam em experiências. Proporcionar experiências significa não ter uma organização fixa. Elas são conhecimentos fragmentados para atender aos interesses dos estudantes. São eles próprios é que irão construir a relação entre um e outro. A escola não precisa necessariamente fazer essa amarração, ela pode oferecer experiências e o estudante é quem vai, ele mesmo, fazer as conexões”.


Por isso, não é preciso estruturar um projeto de empreendedorismo longo ou um plano para tirar uma startup do papel, embora estas sejam ótimas ideias caso a instituição de ensino tenha maturidade e preparação para trabalhar de tal forma com os estudantes. Mas o empreendedorismo pode ser introduzido por meio de cursos curtos, por exemplo, em áreas como finanças, marketing digital, inovação, prototipação entre outras áreas afins. O mais importante é que em tudo o que for feito, as competências básicas sejam plenamente desenvolvidas.


EMPREENDEDORISMO NO CURRÍCULO ESCOLAR: UM GRANDE PASSO EM DIREÇÃO AO FUTURO

Uma das preocupações da BNCC é preparar os jovens para os desafios dos tempos atuais. E um deles é, definitivamente, a empregabilidade. Com o mundo do trabalho em profunda transformação, o profissional do futuro irá trabalhar em empregos que sequer ainda existem e em funções que vão muito além do domínio de conhecimentos técnicos.


Fortemente impactado pela tecnologia, o mundo do trabalho exige que os profissionais tenham, cada vez mais, senso crítico, criatividade, habilidade para o trabalho em equipe, empatia e capacidade de tirar ideias do papel. Ou seja, o profissional do futuro é um profissional com perfil empreendedor, seja à frente de sua própria empresa, dentro de uma corporação ou mesmo em sua vida pessoal.


O Sebrae Nacional oferece trilha de conhecimento para todos alunos, professores e gestores da educação. O link é esse.


Fonte: Observatório CER-Sebrae


Quer saber mais e conversar sobre, chame a gente no whatsapp.


1 visualização0 comentário

Zion Pointer Grupo - Av. Dois Córregos, 1513 - CNPJ 24.663.659/0001-96 Contato: +55 19 98987-9559

Entrega dos produtos são imediatas