• Rafael Sanson

Análise Pest



Pest é acrônimo para Política (P), Economia (E), Social (S) e Tecnologia (T). Sendo assim, a Análise Pest é utilizada para analisar mudanças políticas, econômicas, socioculturais e tecnológicas no ambiente de negócios. Ela ajuda a trazer uma visão mais macro das ameaças e oportunidades externas a que empresas estão expostas, sendo amplamente utilizada para esse fim.


Alguns estudiosos ainda acrescentam mais duas letras para o acrônimo PEST: Ambiental (A) e Legal (L). Assim, além de Análise Pest você pode ouvir falar de Análise Pestal ou Pestel (sendo que a vogal “e” é acrônimo para environmental, que em português significa meio-ambiente):


Matriz ou Análise Pest: Política, Economia, Social e Tecnologia;

Matriz ou Análise Pestal: Política, Economia, Social, Tecnologia, Ambiental e Legal; ou

Matriz ou Análise Pestel: Political, Economic, Socio-Cultural, Technological, Environmental and Legal.

O nome que você utilizará diz respeito aos fatores que serão analisados para que se possam tirar conclusões sobre ameaças e oportunidades externas. Não existe receita de bolo, pois vai depender do tipo de análise sendo feita pela sua empresa. Perceba que ao analisar cada um dos tópicos as chances de minimizar riscos e aproveitar ao máximo as oportunidades que se apresentam tornam-se maiores.


A Matriz Pest é importante por vários motivos, conforme veremos a seguir.


Para que serve a Análise Pestel?

Lembra da Análise Swot? A Matriz Swot é uma das ferramentas mais simples e ao mesmo tempo úteis que uma empresa tem ao seu dispor para entender o ambiente em que está inserida e criar a base de informações necessárias para planejar seu futuro. A Análise Pest segue o mesmo princípio, sendo amplamente utilizada tanto para auxiliar o planejamento estratégico quanto no processo de estruturação de um novo negócio.


Trabalhando com cada um de seus pontos-chave (Política, Economia, Social e Tecnologia), ela dá um direcionamento na avaliação de estratégias e dos melhores caminhos a serem seguidos. Além disso:


Ajuda a detectar oportunidades;

Ajuda a detectar ameaças significativas que poderão interferir no rumo planejado;

Pensando em expansão empresarial, a Análise Pest ajuda a desenvolver uma visão mais objetiva do ambiente em que a organização pensa em inserir-se.

Observe que seu objetivo é o de apoiar nas tomadas de decisão, proporcionando aos decisores uma compreensão muito mais abrangente das mudanças que estão ocorrendo dentro do seu mercado de atuação. Como você sabe, saber antecipadamente quando uma mudança ocorrerá fará com que a empresa consiga reagir antecipadamente, tomando decisões muito mais acertadas.


Qual a diferença entre Análise de Swot e Análise Pest?

A Matriz Swot avalia a empresa olhando para suas forças e fraquezas, levando em consideração os fatores internos e externos da organização.


Análise SWOT

Ao contrário da Matriz SWOT, a Pestel direciona-se diretamente aos fatores macros do ambiente externo que podem afetar o negócio. Em outras palavras, proporciona uma visão muito mais abrangente dos fatores externos que podem afetar a empresa, impedir seu crescimento ou levá-la ao declínio, além de identificar novos rumos.

Exatamente por isso que na relação Swot x Pest dizemos que uma ferramenta não elimina a outra. Ambas as matrizes são métodos de planejamento que proporcionam uma visão de fatores que podem interferir na execução de um plano ou projeto.

Como vimos, a Análise Pestal não considera os fatores internos da empresa. Por outro lado, quando se trata de analisar fatores externos, ela trabalha com pilares que munem os tomadores de decisão com uma visão muito mais abrangente.

Você pode se perguntar: então não é melhor utilizar a Matriz Swot? Apesar de ela considerar fatores internos e externos, por meio da Análise Swot não é realizada uma análise tão profunda quanto o que acontece com a Matriz Pestel ao avaliar fatores externos.

Portanto, o ideal é utilizar as duas metodologias juntas. Ou seja, a utilização de uma não deve eliminar a de outra. E para que você entenda melhor o que envolve uma Análise Pest, vamos ver como efetuá-la.


Como fazer uma Análise Pestal?

O primeiro passo é fazer um brainstorming de cada um dos fatores. Aqui trabalharemos com o termo Pestal, ou seja, será uma análise Política, Econômica, Social, Tecnológica, Ambiental e Legal.


Para melhor visualizar, veja um modelo de Matriz Pestal:


Análise Pest

Para entender melhor como fazer uma Análise Pestel, acompanhe os passos a seguir (a fim de que você tenha um exemplo de análise Pest, para cada um dos fatores incluiremos perguntas que podem ser feitas a fim de trabalhar com cada uma das ameaças e oportunidades externas):


#01 - Trabalhe com cada um dos fatores

Fatores Políticos: referem-se ao grau de intervenção do governo na economia. Aqui podemos incluir questões referentes aos regulamentos específicos do setor impostos pelo governo.


Algumas perguntas que podem ser trabalhadas nos fatores políticos são:

Quando será a próxima eleição municipal, estadual ou nacional? Como isso pode afetar o governo ou a política regional?

Qual é a situação política do país e como isso pode afetar o setor?

Quem são os candidatos mais prováveis ​​para o poder? Quais são os pontos de vista sobre a política comercial e sobre outras políticas que afetam sua organização?

Como o governo aborda a política corporativa, responsabilidade social corporativa, questões ambientais e legislação de proteção ao cliente? Qual o impacto disso, e é provável que mude?

Existem outros fatores políticos que provavelmente mudarão? Como afetarão o negócio?


Fatores Econômicos: incluem taxa de inflação, taxa de câmbio, taxa de juros, taxa de emprego/desemprego e outros indicadores de crescimento econômico. Os fatores econômicos enfrentados por uma organização têm um impacto significativo na forma como uma empresa transportará suas operações no futuro. Por exemplo, taxas de câmbio afetam o custo de bens importados e exportados, enquanto que taxas de juros influenciam o custo do capital disponível para a organização.


Como está a economia atual: crescendo, estagnando ou declinando?

As taxas de câmbio estão estáveis ou tendem a variar significativamente?

O nível de renda dos clientes está subindo ou diminuindo? Como isso provavelmente mudará nos próximos anos?

Qual é a taxa de desemprego? Será fácil construir uma força de trabalho qualificada? Ou será caro contratar mão de obra qualificada? Nesse caso, como fica o planejamento do orçamento de RH?

Os consumidores e as empresas têm acesso fácil ao crédito? Caso contrário, como isso afetará a organização?

Como a globalização afeta o ambiente econômico?

Existem outros fatores econômicos que devem ser considerados?


Fatores Sociais: incluem diferentes aspectos culturais e demográficos da sociedade que formam o macroambiente da organização. Aqui falamos de distribuição etária, população e sua taxa de crescimento, consciência de saúde e consciência de segurança. É importante estudar esses fatores, uma vez que ajudarão as empresas a entenderem a dinâmica dos mercados potenciais existentes e emergentes, bem como futuras necessidades dos clientes.


Algumas das perguntas a serem analisadas são:

Qual é a taxa de crescimento da população e qual é perfil de idade? Como isso impactará o negócio?

As mudanças geracionais na atitude afetarão os serviços/produtos que sua empresa oferece?

As tendências do mercado de trabalho e atitudes em relação ao trabalho são diferentes para diferentes faixas etárias? Como isso afeta o negócio?

Que atitudes e tabus sociais podem afetar seu negócio? Houve mudanças socioculturais recentes que podem afetar isso?

Como as crenças religiosas e as escolhas de estilo de vida afetam a população?

Existem outros fatores socioculturais que possam impulsionar a mudança para sua empresa?


Fatores Tecnológicos: a tecnologia evolui a um ritmo acelerado, o que faz com que empresas precisem estar atualizadas a essas mudanças. Neste item são incluídos fatores como mudanças tecnológicas, taxa de obsolescência, automação e, claro, inovação. É importante levar os fatores tecnológicos em consideração, pois uma organização que não se atualiza corre o sério risco de ficar para trás.


Para analisar este item, algumas das perguntas incluem:

Existem novas tecnologias que sua empresa poderia utilizar? Algum software para automatizar gestão orçamentária, de processos, projetos etc.?

Existem novas tecnologias que podem afetar radicalmente seu trabalho ou sua indústria?

Seus concorrentes têm acesso às novas tecnologias que podem redefinir seus produtos?

Existem outros fatores tecnológicos que sua empresa deve considerar?

Caso você esteja trabalhando com a Matriz Pest, a análise encerra aqui. Mas caso sua tomada de decisão exija o estudo dos fatores ambientais e legais (Análise Pestal), continuaremos com as análises a seguir:


Fatores ambientais: dizem respeito à influência do meio ambiente e o impacto dos aspectos ecológicos. Com o aumento da importância da RSE (Responsabilidade Social Empresarial), fatores ambientais tornam-se cada vez mais importantes. Aqui entram itens como procedimentos de reciclagem, pegada de carbono, eliminação de resíduos e sustentabilidade.


Exemplo de análise Pestel dos fatores ambientais inclui:

Quais são as considerações ambientais que podem afetar o negócio, no que tange:

- Regulamentação ambiental

- Regulamentação ecológica

- Redução da pegada de carbono

- Sustentabilidade

- Gestão de Resíduos

- Espécies em extinção

- Energia renovável

Nossos clientes buscam por produtos “verdes”?

Existem outros fatores ambientais que provavelmente mudarão? Como afetarão o negócio?

Fatores legais: qualquer empresa, independente do porte, deve entender o que é legal e permitido nos territórios em que atuam. Além disso, é necessário estar ciente de qualquer alteração na legislação e o impacto que isso possa ter sobre as operações comerciais e financeiras, especialmente porque novas leis podem significar aumento de imposto, o que impacta no orçamento empresarial. Exemplos de fatores a serem analisados aqui incluem legislação laboral, direito do consumidor, leis de segurança, regulamentação e restrições internacionais e comerciais.


Existe alguma legislação pendente, ou mudanças de tributação, que podem afetar a empresa, seja positiva ou negativamente?

Existe alguma mudança prevista para leis trabalhistas que podem afetar a empresa?

Atendemos a todas as normas da lei do consumidor?

Existe alguma mudança prevista nas regulações da indústria em que atuamos?

Qual é o prazo provável das mudanças legislativas propostas?

Existem outros fatores legais que provavelmente mudarão? Como afetarão o negócio?

Importante destacar que as perguntas acima são apenas modelos para que você entenda a linha de raciocínio e faça as adaptações ao seu negócio. Como você pôde observar até aqui, compreender como ocorre a Análise PEST é ainda mais importante caso a organização queira lançar um novo produto ou esteja elaborando um plano de expansão empresarial. Isso porque cada um desses fatores desempenha um papel importante na determinação da viabilidade e rentabilidade do projeto.


Lembre-se que reunir informações é apenas o primeiro passo na análise Pest. Após toda a coleta de dados, a informação deve ser avaliada. Como você sabe, uma empresa está sujeita a diversos fatores externos, mas não são todos que afetam um determinado projeto ou a organização como um todo.


Exatamente por isso que após reunir as informações é preciso identificar os fatores Pest (ou Pestal) que representam oportunidades ou ameaças. Assim, temos os dois passos seguintes.


#02 - Faça um brainstorming das oportunidades

A Análise Pest tem o objetivo de avaliar o ambiente externo e dele extrair ameaças e oportunidades, certo? Por isso, após avaliar o cenário no qual seu negócio está inserido (ou para onde pretende ir, no caso de expansão), é hora de analisar cada uma das mudanças e fazer um brainstorming sobre as oportunidades que podem surgir. Por exemplo: uma nova tecnologia pode ajudar a tornar seu processo mais produtivo, ou uma mudança no padrão de consumo pode indicar a necessidade de criação de novas ofertas de produto.

Nesta etapa, liste todas as oportunidades e as inclua na Matriz Pest. Caso alguns fatores avaliados não ofereçam oportunidades, eles devem ficar de fora da Análise.


#03 - Faça um brainstorming das ameaças

Já que foram detectadas as oportunidades, a partir das respostas obtidas no item #01 é importante também analisar as ameaças que possam interferir no andamento do negócio. Isso será fundamental para que a empresa consiga agir para evitar problemas ou, pelo menos, minimizar o impacto.

Nesta etapa, liste todas as ameaças e as inclua na Matriz Pest. Caso alguns fatores avaliados não ofereçam ameaças, eles devem ficar de fora da Análise. Sendo assim, ao final a sua Matriz Pestel deve conter apenas os itens que representam oportunidades ou ameaças para sua empresa.