• Rafael Sanson

Estratégia de vendas em tempos de crise​



Empreender não é fácil. É preciso se preocupar com muitos fatores ao mesmo tempo, e, com a pandemia, as preocupações só aumentam, incluindo saúde, política e economia. O bate-papo começa por aí…


"o mundo mudou bem na nossa vez"​ .


O que é isso?​

"Mudou, e nós somos protagonistas de uma nova era, de um novo momento no mundo"


O que está acontecendo agora não é algo pequeno, é algo que vai rever conceitos pessoais e de negócios e, para quem está, enquanto empresário, atuando neste momento, é hora de responder uma pergunta: "o meu negócio atual cabe nesse novo mundo?" Se a resposta for "sim", então esse negócio precisa, primeiro, rever seu fluxo de caixa — desde o pequeno até o grande negócio. Para manter fluxo de caixa, é preciso planejamento, mesmo que não seja possível planejar, agora, por mais de uma semana.


Na crise, enxergamos oportunidades" . Talvez, o seu negócio não sobreviva nesse novo mundo, porque a jornada do consumidor mudou. Portanto, é preciso encontrar onde está a demanda do seu nicho nessa crise, remodelando seu negócio de acordo com as necessidades gerais. "Existem grandes oportunidades em diversas áreas", e é só ser capaz de olhar para os lados para enxergá-las.


"não é hora de vender; aceite que é hora de ligar para seu cliente e perguntar como ele está".


Com isso, o mais importante, agora, é manter o relacionamento com sua base de clientes. Preocupar-se com ele, demonstrar que ele é importante… isso fará com que ele se sinta acolhido, o que reflete no bom andamento dos negócios lá na frente. 25 milhões de pessoas, nos últimos dias, passaram a comprar online.


"Essas pessoas precisam de serviços, e se seu negócio for bem trabalhado com mídia, nas redes sociais... você pode bombar",

Esperança venda nos momento e em tempos de crise

Estamos entrando numa fase de esperança, e é nela que vamos conseguir saber como o mercado e os clientes vão se portar neste momento. “Como trazer meu produto para o digital? As respostas estão sempre no cliente!”.​

É necessário adaptação à sua proposta de valor. As pessoas não atravessam a cidade para comprar algo em uma banca de revista, porque a maioria dos clientes mora próximo a ela. Então é saber quais são as dores do seu consumidor neste momento — e conectar o seu produto com isso.

Como mostrar a importância do seu serviço neste momento?

A demanda por estratégia cresceu muito, e que no mercado informal existem várias formas de divulgar o seu serviço, mas é preciso que sempre esteja relacionado ao que você precisa fazer. “Entregue um problema resolvido para o seu cliente e ganhe valor no pós-crise”. Precisamos entender como será este novo mundo com o qual vamos nos deparar após a pandemia.

Como posso transformar meu negócio em um serviço de assinatura recorrente?

Essa é uma grande tendência e um modelo muito procurado atualmente, mas que não é algo simples. O cliente tem que ver valor e sentido na entrega final do seu produto.


“Devemos pensar qual será o custo e como isso vai afetar ao meu negócio”.


Para fazer este tipo de serviço, você precisa estar transformado digitalmente.


“Muito dos produtos que estamos adquirindo neste momento são fruto desta cooperação”.


Precisamos ter um ótimo produto para conquistar este tipo de recorrência.


“Aumente sua oferta, para não ter perda de cliente com o tempo”.​

Como reter/segurar meus clientes no momento de crise?

É preciso dar mais munição ao seu cliente, fazer com que ele continue usando o seu produto.


“Descontos são uma ótima estratégia para retenção de cliente”​ .​

Cada tipo de negócio tem um modelo de retenção, e que é preciso cautela na hora de dar esses descontos.


“É legal entender quem foram os clientes que ficaram ao seu lado neste momento”.​


Não podemos ficar parados neste momento, e que precisamos criar uma nova base de clientes, se necessário.


“Mire certo nos lugares que há a possibilidade de prospectar!”.​

Estou abrindo um negócio agora, como sobreviver?

Você deve reforçar que o seu serviço não tem perigo de contágio, e que você deve encontrar modelos de dividir, terceirizar seus produtos e focar no Delivery. É necessário detectar as dores do seu cliente e saber onde atingir.


“Ache soluções criativas para o mercado”.

Dessa maneira acredito que sairá melhor e diferente após a pandemia.

0 visualização

© 2020 Orgulhosamente feito por Atitude Empreendedora.

Av. Dois Córregos, 1513 CNPJ 24.663.659/0001-96

Contato: +55 19 98987-9559